Médico do SAE orienta sobre Hepatites

Publicado em 25/07/2016 || Foto: Setor de Contabilidade, Orçamento SEPLAMA || Fonte: Setor de Contabilidade, Orçamento SEPLAMA


Hoje, no município, 251 pacientes recebem atendimento gratuitamente   


No dia 28 de julho é comemorado o Dia Mundial de Combate à Hepatite
para informar e sensibilizar a comunidade sobre a Hepatite B e a Hepatite C, encorajando a prevenção, diagnóstico e tratamento.

A data foi escolhida para honrar o aniversário do ganhador do prêmio nobel, professor Baruch Samuel Blumberg, que descobriu o vírus da hepatite B.

Nesta data será realizada uma palestra na Câmara de Vereadores, ministrada pelo Dr. Daniel Lemos da Silva.

A Prefeitura Municipal através do Serviço de Atendimento Especializado (Sae) disponibiliza a população testes rápidos disponíveis no local ou nas Unidades Básicas de Saúde.

Segundo o Dr. Fernando Hamilton Viera, gastroenterologista, responsável pelos pacientes que tratam a doença no Sae, em média 500 milhões de pessoas no mundo tem Hepatite B ou C, uma doença assintomática que apresenta sintomas nas fases avançadas.

A doença foi descoberta em 1989 e só começou a ser testada no Brasil em 1992.

O médico Fernando orienta que pessoas que receberam transfusões antes de 1993, procurem o serviço e façam o teste.

 

Possíveis formas de contágio

De acordo com o Dr. Fernando, a Hepatite C é transmitida pelo sangue, seringas, agulhas contaminadas, aumentando o risco de contaminação em usuários de crack que compartilham o cachimbo ou canudo (podem provocar lesão na mucosa ocorrendo sangramento e contágio), em serviços de colocação de piercing e tatuagem, de manicure e pedicure em lugares sem esterilização adequada com auto clave, sendo o ideal que cada pessoa utilize seu material, relações sexuais sem preservativo, transmissão vertical de mãe para filhos e compartilhamento de instrumentos de higiene pessoal que possam causar corte.

A Hepatite B é transmitida por todos os fatores da C, sendo o vírus também transmitido pela saliva, sêmen e fluido vaginal.

O profissional destacou ainda que a principal causa da doença no Brasil é via sexual.

“A Hepatite C crônica tem cura e as chances chegam até em torno de 90%. O ideal é que as pessoas não deixem de procurar orientações médicas de um gastroenterologista”, conclui.

 

Como é feito o teste rápido

O teste rápido é feito com uma gota de sangue e o resultado fica pronto em 5 minutos. Se for positivo, é feito o pedido de exame de sangue para confirmação, e se for confirmado o paciente é encaminhado para atendimento e acompanhamento disponibilizado no Sae.

O Sae está localizado na Rivadávia Corrêa, 794, telefone: 3968-1186, atende das 7h30 às 17h sem fechar ao meio dia. Nas quintas-feiras das 16h às 18h, atendimento exclusivo.

 

Pacientes em acompanhamento no Sae

Hoje, são 233 pacientes com Hepatite C e 18 com Hepatite B, sendo atendidos de 16 a 20 pacientes por semana.

 



Material Relacionado

Os arquivos aqui disponíveis podem estar no formato PDF ou compactados. Para visualizá-los é necessário o software para leitura de arquivos PDF (Foxit Reader) ou 7zip. Caso você não possua o Foxit Reader, clique aqui para efetuar o download. Caso você não possua o 7zip, clique aqui para efetuar o download.

Arquivo(s) Relacionado(s):
Sem Arquivos Relacionados.

Vídeo(s):
Sem Vídeos Relacionados.

Foto(s) - Galeria:
Sem Galeria Relacionada.

Áudio(s):
Sem Áudio Relacionado.